wibiya widget

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

. . . . . . . . . . * Estradas Siderais

Na labuta da vida matutino
Conhecendo os segredos seculares
Ensinando aos maiores dos mortais
Com ogivas armados os cantares
Derretendo as camadas glaciais
Vivendo sem temer nenhum destino
Nas estradas dos versos siderais

Amar é sempre um grande desafio
Provoca os corações mais comportados
E os condena a penas capitais
Amantes de amor desesperados
Não precisam motivos racionais
É quando o mar vai desaguar no rio
Nas estradas dos versos siderais

Na jornada devemos ser ousados
Desbravar novos caminhos pioneiros
Honrar a tradição dos ancestrais
Encontrando os amigos verdadeiros
Queridos pelos bens universais
Seguindo por caminhos estrelados
Nas estradas dos versos siderais!

S. R. Tuppan
[do livro ATINGUASSU, a sair]

 * 

Estrelas no Espaço Sideral * Foto do Telescópio Hubble
*

.*.

4 comentários:

  1. Caminho pelas estradas siderais
    Nestes caminhos emocionais
    Nada de campos de batalha
    Somos todos crianças sentimentais
    A vida nestes caminhos ganha luz
    Nestas estradas prefiro trafegar

    Lindo poema, parabéns....
    Franciele

    ResponderExcluir
  2. *
    Grato, querida!

    Seus pensamentos, expressos em versos, também são belos; não mais que você.

    Saudações Poéticas!
    *

    ResponderExcluir
  3. Gostei muito de seus versos entre nesse blog que tambem e muito legal:http://diversaodoislan.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. * Grato, Islan!


    Agora que vi seu comentário. O Blogger, às vezes, não avisa.

    Abraços e Saudações Poéticas!

    .*.

    ResponderExcluir

Bem-vind@! Sinta-se à vontade para comentar

Seguir